Amor

Calma com este assunto que pode causar danos irreversíveis a qualquer um que se sente ativo com exposições de idéias e ideais, talvez, sem sentido lógico.
A relação mente e corpo se difunde pelo fisico e psicologico, e sabendo disso tudo,  quem criou a semantica que amor vem do coração? O coração nada mais é como uma parte fisica essencial que esta mais que comprovado nao ser atuante na logica emocional de qualquer ser humano, ou não, logo ele é responsavel por circulação sanguinea controlada por pulsos do nosso cérebro de acordo com estimulos nervosos e bla bla bla.
Não venho por este dar aulas nem metodos mesmo por que nao tenho estudo algum pra este tipo de analise, apesar de exercer, como diz minha prima, “os achismos da vida” considerando que filósofos se baseiam neles para criar teorias de vida. Quando dizemos que o amor se sente no coração, logo percebe se que ta tudo errado e remete ao desconhecido, conhecido como angustia sentida pelas palpitacoes do tal órgão.  Esse lado emotivo e carismático vem da mente que na minha opinião deveria tomar um rumo mais psiquiátrico,  afinal de contas se faz loucuras para sanar essa tal angustia, toma de exemplo o perigo, nos da força e loucura pra se livrar da sensação do risco que nos mantem protegido.
Casualmente o amor ou o querer fisico de um corpo almejado ( tenso mas veridico, amor é querer o bem amado proximo e logo um corpo gerando calor oa seu lado) é burlavel, na minha opinião,  com pequenos estimulos de alegria seja fisico ou psicológico(bem estar fisico é tido como felicidade pela paz que cria no pisico). Siga a intenção do texto,  as crianças de hoje que ja estão atolados ate o pescoço com relacionamentos sem sentido o fazem pois tem uma liberdade e uma atuação no nivel social muito explícita, de certa forma, problema social ou politico, não cabe a mim argumentar mas a refletir insinuando a causa mortis da essência juvenil e descobertas sexuais logo cedo.

O ponto que eu quero chegar é,  necessariamente precisamos do ser fisico ao nosso lado ou é puro e impetuoso egoísmo?
Será pondo culpa no coração o metodo simples de momentaneamente eficaz de adiar o problema?
A correspondência a tal nivel nao é superficial?
Nessa hora eu me confundi e pedia ajuda a uma parte de mim que tem uma vivência dista em termos emocionais, aguardo resposta que não chega na mesma velocidade da emoção em que as palavras vem a minha mente confusa…

…”nao faz sentido algum usar crianças como exemplo de um órgão que supostamente gera sentimentos”

Explico isso de uma forma simples e rapida, o assunto me remeteu a banalização da palavra amor e do sentimento que passa nas cabeças que estão em formação psicologia.
Cada vez mais fica facil usar a desculpa que “era amor, eu senti” para adentrar no mundo adulto em termos de vivencia, e nesse ponto do texto a motivação que eu tinha de expor oque eu sentia já se esvaiu.

Não quero ser coerente, quero me expor.
Releia mantendo sua opinião de lado e pense somente na frase “novo ou velho o amor ainda sim balança o ser, e se novo pense na desculpa que ira inventar”

Canisraris

Posted from Canisraris WordPress for Android

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: